Andando sob as águas

Estacionamento. Sub-solo.
Carros estacionados, motos estacionadas e água, estacionada também.
As poças geralmente se formam em baixo dos carros mas tem dias que já aparecem desde quando se abre a porta do elevador. Moradores de dois edifícios da Região Metropolitana do Recife se queixam dessa água empoçada e mostram os transtornos que esse problema causa.
“Dia sim dia não o zelador passa um rodo aqui para espalhar a água” mostra Mirosvaldo Cruz, 43 anos, morador do Edifício Bambu no bairro de Setúbal. Ele diz que com tanta água que fica em baixo de seu carro ja solicitou ao síndico para lhe comprar galochas para poder sair do carro, mas o responsável pelo prédio disse que iria solucionar
o caso escoando aquela água parada. Os outros moradores também reclamam do risco de se contrair dengue por causa dessa água parada. “So nessa besteirinha de sair do elevador e entrar no carro, o mosquito pode morder a gente”, disse Bruno Oliveira, 25 anos.

Em um outro prédio no bairro da Madalena no Edifício Barcelona, a moradora do apartamento 602, Márcia Soares, falou sobre a situação em que se encontra a garagem do sub-solo: “São nove vagas, e todas elas tem água minando do chão.O meu espaço é o mais crítico porque acumula muita água e para descer do carro eu tenho q tirar a sandália, botar uma havaiana, dobrar as calças e ir procurando os lugares com menos água pra pisar. Quando chove isso aqui fica muito pior. Já perdi um carro aqui em 2002 quando choveu durante dias porque o sistema de escoamento de água não funcionava. Todos os carros ficaram boiando na garagem e o elevador foi interditado durante meses para que o serviço fosse feito. Quando tem qualquer chuvinha que seja, quem morou na época da enchente do SS (sub-solo) desce até a garagem para checar se está tudo bem”, conta.

Moradores sentem-se ilhados na garagem

Moradores sentem-se ilhados na garagem

Por Andressa Gomes

Anúncios

Um GALO diferente

Moradores da madalena acordaram com um barulho muito diferente do soar de um despertador.
Após cinco dias de forte chuva na cidade do Recife, o telhado de uma casa na rua Dr. João Coimbra desabou por volta das 6:30 da manhã. Nenhum dos moradores ficaram feridos mas foram despertados com um susto muito grande. A parte que cobre a sala e o quarto foi parcialmente destruida. Os vizinhos ainda podem observar o estrago feito pela chuva das janelas de seus prédios.

O telhado desabou decorrente a grande chuva

O telhado desabou decorrente a grande chuva

Por Andressa Gomes

Detran divulga lista de aprovados para “CNH Popular”

De acordo com o JC, já foi divulgada hoje a lista dos selecionados para o programa CNH Popular 2009. A relação com os nomes dos escolhidos está disponível a partir desta terça-feira no site do Detran. Os candidatos também podem saber se foram contemplados através de consulta individual . Os selecionados devem ser convocados a partir da quarta-feira (3).

As inscrições para o programa se encerram no último domingo (31), exceto para os estudantes de escolas públicas, que têm até o dia 12 para concluir o cadastro através do site do Detran site do órgão. O prazo foi prorrogado, segundo o órgão, porque muitos estudantes não completaram sua inscrição cadastro por falta de informações que deveriam ser repassadas pela instituição de ensino.

De acordo com o Detran, 107.381 pessoas se inscreveram para concorrer às seis mil vagas do programa. A maior parte dos inscritos (cerca de 45 mil) é de alunos de escolas públicas. Mais de 44 mil candidatos são desempregados.

Lista pode ser conferida no site do Detran

Lista pode ser conferida no site do Detran

 

Por Renata Albuquerque

Carro-forte é assaltado em Santo Amaro

De acordo com o pe360graus.com, um carro-forte que abastecia um posto do Banco do Brasil dentro da Agência da Previdência Social no bairro de Santo Amaro, área central do Recife, foi assaltado por sete homens armados nesta terça-feira. Por volta das 10h. De acordo com a polícia, dois assaltantes estavam vestidos com fardas da Polícia Militar, enquanto outros assaltantes do grupo estavam divididos em motos e dois carros. Os assaltantes conseguiu ainda, levar dois malotes de dinheiro, mas o valor não foi informado.Um dos carros usados no assalto foi encontrado próximo ao Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), área central do Recife. Ninguém se feriu.

Por Renata Albuquerque

Assaltantes conseguiram fugir sem deixar pistas

Assaltantes conseguiram fugir sem deixar pistas

De volta pra casa

Uma das estações do metrô

Uma das estações do metrô

A volta pra casa após uma jornada de trabalho  que poderia ser uma agradável viagem torna-se um tormento. Milhares de usuários que precisam usar o metrô em horário de pico, reclamam da falta de respeito, pois os trens andam superlotados e como se não bastasse estão em circulação muitos trens sem ar condicionado, deixando ainda pior a viagem dos passageiros.
O Governo do Estado, junto com o Governo Federal estão tentando implantar uma lei para que as mulheres tenham vagões exclusivos, e na visão das mulheres essa é uma boa estratégia, pois elas reclamam pela falta de respeito dos homens, quando entram empurrando, dizem ser uma luta conseguir um lugar.
Possa ser que isso resolva o problema dos usuários do metrô do Recife, mas já existe que discorde “ acho pouco provável isto dar certo, como vamos viajar com nossos maridos? Eles se preocupam com coisas inúteis” reclama a usuária Fernanda Cunha. Dessa forma já podemos imaginar que estar por vim mais um problema para a população, mas na verdade as pessoas não estão dispostas a enfrentar mais um e sim resolver os já existentes.

 Por Aline Rangel

Buracos deixam moradores irritados

No bairro de Santo Aleixo, motorista tenta desviar da meljor forma os buracos da rua.

No bairro de Santo Aleixo, motorista tenta desviar da meljor forma os buracos da rua.

Os moradores de Jaboatão dos Guararapes sofrem com os buracos espalhados por toda a cidade, e reclamam da inadimplência dos governantes. A falta de organização no centro da cidade também deixa os moradores irritados, são motos e carros estacionados em lugares proibidos, ônibus de transporte público, autorizados pela prefeitura do município, mas sem nenhuma noção de segurança, ficam espalhados por toda parte, causando engarrafamentos quilométricos em horário de pico “Temos que trabalhar e correr atrás do ganha pão, é por isso que paramos em qualquer lugar, passageiro é ouro” diz o motorista Sandro.
 Mesmo com todos esses problemas o  município de Jaboatão trás  uma novidade para os moradores, os motoristas poderão receber reembolso da taxa tapa buraco, a maioria das prefeituras recebem impostos para realizar obras na cidade, inclusive melhorar o trafego tapando os buracos, a novidade é que em algumas cidades eles vão deixar de pagar essa taxa, a cobrança foi suspensa pelo Tribunal de Justiça do Estado, o Ministério Público de Pernambuco entrou com uma ação na justiça pedindo a suspensão da cobrança por considerá-la inconstitucional, o Tribunal de Justiça de Pernambuco aceitou o pedido e determinou que a prefeitura devolva o dinheiro aos contribuintes relativo aos últimos cinco anos, mas será a própria prefeitura que vai definir o reembolso. Os moradores esperam ansiosamente por esta resolução.

Por Aline Rangel

Indisciplina: até onde vai o respeito?

Hoje é percebível a má educação dos alunos perante seus mestres, freqüentemente lemos ou assistimos casos de jovens que agridem professores em sala de aula. Antes esse quadro era típico de adolescentes  –  dos 13 aos 17 anos, mas de uns tempos pra cá essa faixa estaria diminuiu, pois se constata casos de crianças. Em uma escola particular de Prazeres, Jaboatão dos Guararapes, alunos simplesmente espancaram a diretora e dona da instituição, deixando professores perplexos “não me sinto bem em ensinar em uma escola onde não existe mais respeito” é o que diz uma professora que preferiu não se identificar.
O drama da novela das oito (Caminho das Índias) é realmente a historia da vida real, Rebeldia, agressão física e moral, mostrada todos os dias como retrato da categoria educadora perante os seus alunos, mestres que não tem mais controle, que estão intimidados e vão a escola sem saber o que vai encontrar, este é um dado triste, pois a classe que deveria ser muito mais bem valorizada, hoje está a mercê da sorte para que não sofram com os próprios alunos.
Estes são apenas alguns dos constrangimentos sofridos por professores da cidade, e de acordo com dados do conselho tutelar, de todos os registros feitos pelo órgão, cerca de 60% são referentes a problemas de indisciplina escolar. Desses, cerca de 40% são de agressões diretas aos professores.

Por aline Rangel